novamente em ação

Novos coordenadores Grupo de Pares

Temos 4 novos novos coordenadores de Grupos de Pares (2 em Braga, 1 em Lisboa e 1 em Cascais) aos quais damos as boas vindas 🙂

Novos voluntários

Temos 3 novos voluntários a vir semanalmente à novamente!

Ou seja temos agora 6 voluntários de frequência fixa (uns 2 vezes semana outros 3 vezes semana) e 4 voluntários extra sempre que precisamos, contando então com um total de 10 voluntários!

MEXE_IV Encontro Internacional de Arte e Comunidade

A nossa parceira e voluntaria artista Diana Coelho levou o trabalho do teatro que fizemos no final e ano lectivo aos prémios do MEXE_IV Encontro Internacional de Arte e Comunidade. Não ganhamos +prémio mas ficamos muito orgulhosos de ter atingido qualidade e mérito para aqui estar como participantes e concorrentes.

Ver mais em: https://www.facebook.com/encontro.mexe

João Galveia

Ao nosso amigo e colaborador João Galveia, agradecemos os 5/6 anos de dedicação e desejamos sorte no futuro num novo desafio profissional que começa em Abril

A Novamente vai ao Estoril Open

A 30 Março foi deita a apresentação do Estoril Open 2017, que este ano apoia a associação novamente no seu trabalho e incentivo à sustentabilidade para escalar os seus serviços de apoio e numero de familias que ajuda a se transformarem em familias mais felizes e em paz com a nova deficiência e nova realidade

 

Apoio TCE

A nossa Teresa (membro do Grupo de Pares de Lisboa) que recebeu apoio para a realização de negocio próprio fez dia 8 de Março o seu 1º workshop de Reflexologia;

O projeto foi acompanhado por um voluntario da novamente que conduziu o sonho até à realidade. Levamos também a Teresa à televisão e a sua coragem tornou tudo em realidade

Avaliação sobre o impacto dos Grupos de Pares nos TCE

Recebemos a avaliação sobre o impacto dos GP TCE nos próprios TCE. Realizado pela Dra Sandra Guerreiro, durante todo o ano de 2016 através de observação, focus grupos, entrevistas e testes (aos TCE, cuidadores e coordenadores).

Conclusões mais interessantes: o grupo de pares é o local onde os TCEs (mais do quem casa ou com amigos).

Sentem que podem ser ele próprios. Segundo todos os entrevistados, aqui é o único lugar onde o TCE se sente q é amado, respeitado e valorizado.É o mais espantoso são casos que eu diria que são excelentes na integração social emprego e apoio enorme da família, tamém esses, terem referido q ali é onde se sentem melhor)

Plataforma Saúde em Diálogo

Integramos o grupo de trabalho sobre “Cuidador informal” e o grupo “doença crónica” da plataforma saúde em dialogo.
A plataforma é uma rede de entidades que pretende desenvolver um contacto estreito e permanente entre profissionais de saúde, promotores de saúde, doentes e consumidores.

Estratégia Nacional para a Deficiência

Participamos no encontro de discussão sobre estratégia nacional para a deficiência, organizado pelo grupos de estudos do CDS,

O debate do orçamento de estado, novas formas de apoios financeiros a abrir candidaturas, o novo paradigma de inovação na área social despoletaram a tao importante revisão da estratégia nacional para a deficiência. Neste debate foram convidadas pessoas da sociedade civil a dar pareceres e fazer crescer o conhecimento ao grupo de investigação do partido em causa

Grupo Parlamentar da Saúde do PS

Estivemos reunidos com o Grupo Parlamentar da Saúde do PS onde fomos entregar a carta do  cuidador de pessoa com dano cerebral adquirido.

Numa fase em que Portugal está mais próximo de finalmente reconhecer o cuidador informal de pessoas não autónomas, como sendo uma entidade com direitos, a novamente promoveu um encontro nacional de cuidadores onde se debateu o que deve ser tido em conta para reconhecer importantes direitos e apoios que o cuidador de pessoas com dano cerebral adquirido devem ter ao longo da vida, devem ter

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –