Info Útil

Adolescente cria interface de PC para deficientes

Criação de jovem hondurenho permite a deficientes motores interagirem com o computador usando apenas os olhos, um par de óculos e elétrodos. Fácil e barato

Eyeboard, uma interface para computador que permite a utilizadores sem capacidade para usar as mãos poderem inserir texto no computador com gestos oculares.

Saiba mais…

Cartaz Vencedor- Alusivo ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência 2011

Veja aqui o cartaz

Exposição do Instituto Nacional para a Reabilitação, IP, no Ministério da Educação e Ciência

Durante o mês de Novembro, realiza-se a Exposição do Instituto Nacional para a Reabilitação (INR), IP, no Ministério da Educação e Ciência – Av. 5 de Outubro, em Lisboa. Esta exposição dá a conhecer a Missão e os objectivos operacionais na defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência do INR, como órgão coordenador da política nacional de reabilitação. Do universo dos seus projectos mais emblemáticos, a exposição destaca os principais títulos da sua linha editorial, com estudos de referência obrigatória, na área da investigação/acção na problemática da deficiência, nomeadamente mulheres com deficiência, web acessível, uma casa para a vida, desinstitucionalização e Convenção sobre os Direitos das pessoas com deficiência.
Esta exposição é um ponto de partida para as comemorações nacionais do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência – 3 de Dezembro de 2011 , sob o lema – “Todos juntos por um mundo melhor”, da responsabilidade do INR, IP.

INR – “Guia para utilizadores com necessidades especiais” da ANACOM

A ANACOM editou o “Guia para utilizadores com necessidades especiais:conheça as soluções adaptadas de telefone e Internet”.
Este guia disponibiliza informações sobre equipamentos, funcionalidades e serviços de telefone fixo, telemóvel e internet disponíveis em Portugal, com características que facilitam o acesso e promovem a autonomia desses utilizadores.

Consulte o Guia, em formato PDF.

Mais informações em http://www.anacom.pt/render.jsp?contentId=1100214

Curso de Formação E-learning em Gestão e Empreendedorismo, para pessoas com deficiência

A Associação ELO SOCIAL disponibiliza o Curso de Formação E-learning em Gestão e Empreendedorismo para pessoas com deficiência.

(Curso integrado no projecto TETRA do programa Europeu GRUNDTVIG)

Administração do Curso: de Maio de 2011 a Janeiro de 2012.

Custo:  Gratuito.

Ficha de inscrição

Cercica – Formação na Área da Deficiência

Estão abertas as inscrições para acções de formação promovidas pela CERCICA e dirigidas a diferentes categorias de profissionais, estudantes,famílias e outras pessoas interessadas.

Com um horário pós-laboral, de Setembro a Dezembro serão desenvolvidas as seguintes acções:

– Mediação de Conflitos em contexto educativo
– Competências pessoais e sociais em pessoas com deficiência
– Qualidade de Vida
– Envelhecimento da pessoa com deficiência

Oferta Formativa

Cercica – acção de formação em TIC

CERCICA tem inscrições abertas para uma acção de formação em TIC dirigida a pessoas com deficiência ou incapacidade, em horário pós-laboral, com início a 19 de Setembro.

A formação terá lugar às 2ª e 4ª Feiras das 17h30 às 20h00.

Os formandos podem beneficiar de subsídio de refeição e reembolso de transportes.

A ficha de inscrição poderá ser solicitada por e-mail:cercica@cercica.ptaté ao próximo dia 12 de Setembro.

Há um limite de 10 vagas e as inscrições serão aceites por ordem de chegada.

Prémio Janssen Neurociências

Até ao dia 30 de Setembro de 2011 os interessados podem candidatar-se ao Prémio Janssen Neurociências: Um prémio de investigação no valor de 50 mil euros, que visa distinguir um trabalho científico de excelência nesta área, desenvolvido em instituições portuguesas.

Os trabalhos podem ser submetidos por uma única pessoa ou por um grupo de pessoas (equipa de investigação), através do site www.janssen.pt, e devem ser elaborados no âmbito de um projeto de investigação científica na área das Neurociências, concluído após 30 de Setembro de 2008. Os trabalhos têm de ser no total ou maioritariamente realizados em instituições portuguesas – unidades hospitalares, estabelecimentos de ensino superior e/ou centros de investigação (Regulamento disponível no website em cima).

O Prémio conta com o patrocínio científico da Sociedade Portuguesa de Neurociências, a Sociedade Portuguesa de Neurologia e a Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental.

Indra desenvolve tecnologia acessível para pessoas com deficiência

A empresa Indra tem vindo a desenvolver tecnologia acessível para pessoas com deficiência. Destacamos dois softwares – Headmouse e Virtual Keyboard – lançados em vários países e que se destinam a pessoas com deficiência motora. Ambos são gratuitos para download.

O HeadMouse (clique aqui) é uma solução tecnológica que permite às pessoas com mobilidade limitada (incapacidades motoras, paralisia, tetraparesia), através de uma webcam, controlar o cursor do rato com movimentos de cabeça, para a função de arrastar, e com gestos faciais (olhos e boca), para fazer click.

O VirtualKeyboard (clique aqui) é uma aplicação que permite a pessoas com limitações a nível motor escrever textos em qualquer computador controlando o cursor através do monitor. Este software é um complemento do HeadMouse e também não requer formação prévia. Funciona através de uma aplicação que aparece no monitor e que permite a escrita de textos carregando nas teclas virtuais.

Download

Para mais informações

IEFP passa a dar mais apoios a entidades que empregam deficientes

O IEFP também podia compensar as empresas privadas das despesas com retribuição mas isto só podia acontecer por cinco anos, prorrogáveis até mais cinco anos se o trabalhador não atingisse capacidade produtiva superior a 75% da capacidade normal exigida a outra pessoa nas mesas tarefas. Mas também haverá mudanças aqui. Este apoio será devido até que o trabalhador atinja essa capacidade de 75% ou até que transite para um regime normal de trabalho. E sempre que o trabalhador atinja a capacidade produtiva de 75% mas não seja possível a sua transferência para o regime normal de trabalho, os apoios serão renovados anualmente.

Os centros de emprego protegidos são estruturas produtivas ou pessoas colectivas de direito público ou privado que proporcionam a pessoas com deficiência, incapacidade ou capacidade de trabalho reduzida a possibilidade de estas exercerem uma actividade profissional e desenvolverem competências necessárias à sua integração, sempre que possível, em regime normal de trabalho.

O IEFP também passa a conceder apoio à gestão dos centros de emprego protegidos, se assim for solicitado, além dos apoios à instalação e funcionamento já previstos.

 

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –