Vitor – “….com o carinho de todos e com a equipa médica que apanhei consegui superar…”

No dia 18 de Maio de 2010 conduzia a minha mota, levando como destino o meu trabalho, quando um camionista não parando num Stop me levou de rastos, passando com camião por cima de mim e da minha mota.

No local do acidente fui logo reanimado entrando de seguida em coma.

Foram 2 meses de muito sofrimento para minha família onde nunca me abandonaram.

Durante esses 2 meses tive várias complicações, meningite, epilepsia e durante os primeiros 15 dias o médico dizia que se eu me salvasse iria ficar um vegetal.

Mas com o carinho de todos e com a equipa médica que apanhei consegui superar.

Quando sai dos cuidados intensivos fui para os intermédios, estive cerca de 1 semana porque tive uma recuperação fora do normal.

Quando fui para a enfermaria tive de aprender tudo de novo, comer, falar, andar e começar a reconhecer as pessoas por exemplo à minha mãe chamava lhe avó.

Em Julho fui para o Hospital dos Lusiadas onde estive ate dia 2 de Agosto.

Dia 2 de Agosto fui para Alcoitão onde estive até 26 de Novembro de 2010.

Em Alcoitão foi o meu maior desafio de fazer fisioterapia, terapia da fala e terapia ocupacional foi uma grande ajuda na minha recuperação onde minha mãe esteve comigo todos os dias ate a hora de me deitar.

Quando deixei Alcoitão tive várias dificuldades como deixar algalia que tive durante 7 meses.

Já fora de Alcoitão ia dia sim dia não fazer ambulatório a Alcoitão.

Depois tive que começar a fazer actividades sozinho como hidroterapia e fisioterapia.

No inicio tinha medo de andar na rua, mas com a ajuda de todos consegui superar tudo.

E foi quando conheci a Associação Novamente através da Vera.

A Novamente tem-me ajudado a superar vários problemas que tenho e quando tenho reuniões venho mais confiante.

Nas reuniões convivo e consigo dar-me com pessoas que têm o mesmo problema que eu, mas espero continuar a melhorar

Vitor Hugo, sobrevivente de Traumatismo Crânio Encefálico

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –