EasyJet é multada pelo um tribunal francês para negar o embarque a uma pessoa com deficiência

Notícias positivas de um caso judicial, em França: a Easy Jet foi multada em 50.000€ por negar o embarque a uma senhora numa cadeira de rodas que viajava de Nice para Paris. O caso já tinha sido julgado em tribunal  em 2013 e a Easy Jet foi inicialmente condenada a pagar uma multa de 5.000€. A companhia aérea, então, contestou a decisão, mas o tribunal agravou a multa em dez vezes mais, na última semana.

A passageira embarcou sem problemas no voo de ida, mas posteriomente foi recusado o embarque na entrada, alegando que ela não estava acompanhada. Este foi considerado em contradição com os Regulamentos dos direitos dos passageiros aéreos

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –