Leia o testemunho do Frederico Dias – Sobrevivente TCE

“No dia 30/11/2002, tive um acidente de mota do qual resultou um período de coma de 28 dias (14 dos quais ligado ao ventilador), perda de massa encefálica do lado direito e por consequência resultou a paralisia esquerda e factura da c2 (Axis). Passei o mês seguinte no Hospital São Francisco de Xavier.
Após isso tive 5 meses no Hospital da Marinha e saí de lá em Maio de 2003. Depois tive 1 ano no Centro de Medicina e Reabilitação de Alcoitão em serviço ambulatório, saindo de lá em Outubro de 2004.
Após isso fiz uma vida normal dentro das possibilidades pois fiquei quase a 100%. Durante esse tempo saí dos fuzileiros, tirei o curso de recepcionista e ia fazendo a manutenção da minha condição física em casa, pois tenho uns aparelhos de musculação.
Tive vários empregos de curta duração, mas infelizmente na consegui fixar-me em nenhum, com muita pena minha.
Para finalizar, em Maio de 2010 fui alvo de uma agressão, que teve como consequência o retrocesso de tudo aquilo que tinha recuperado e me meteu nesta situação de dificuldade em que me encontro hoje”.

O Frederico Dias Ferreira é um dos muitos casos que contactam a novamente em busca de apoio e ajuda para começar a acreditar de novo numa nova vida com esperança para o futuro. Neste momento o Frederico, com o acompanhamento da novamente, está a procurar emprego. Houve passos importantes e positivos para chegar ao emprego tão desejado e esperemos que em breve tenhamos um testemunho do proprio a contar a sua experiência positiva no seu novo trabalho. Boa sorte Frederico!

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –