Novamente na Newsletter do Centro Hospitalar de Lisboa Central

A Novamente, fundada em 2010, é uma associação de apoio a pessoas que sofreram traumatismo crânio encefálico (TCE) e às suas famílias. Através da sua intervenção, procura encontrar as melhores soluções, melhorar a qualidade vida das vítimas de TCE e do seu núcleo familiar garantindo, dessa forma, que os seus direitos e as informações necessárias sejam disponibilizados no momento adequado e com os métodos que melhor respondem a cada situação.

O TCE e o seu impacto

O TCE consiste no resultado de uma força externa que é exercida sobre a cabeça e que pode resultar de um acidente de viação, uma queda, um atropelamento, etc. É um acontecimento inesperado, que exige um longo percurso de recuperação e reabilitação pelas alterações/limitações físicas, cognitivas e comportamentais que provoca. Manifesta-se como uma alteração radical na vida de quem o sofre, o nascer de uma nova pessoa que é, diariamente, confrontada com novas mudanças e desafios. Também a família fica numa situação de desorienta- ção e desgaste emocional. A falta de informação, a insegurança nos cuidados ao seu familiar, o confronto com uma situação de dependência, a incerteza do que esperar da situação e as alterações financeiras são uma realidade experienciada pelos familiares de um TCE que provoca, na maioria dos casos, situações de crise e isolamento. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o TCE é a maior causa de morte e incapacidade em jovens adultos de todo o mundo. Estima-se que, em Portugal, existam cerca de 200.000 pessoas a viver com sequelas de traumatismo e que todos os anos aconteçam 20.000 novos casos dos quais 6000 são graves.

 

Áreas de actuação

De forma a responder às necessidades das vítimas de TCE, a Novamente dispõe da intervenção do Serviço Social que se configura como elo de ligação entre o utente, a família, os profissionais envolvidos nos cuidados ao TCE e a comunidade. A intervenção passa por prestar informações sobre a doença, realizar o estudo e diagnóstico da situação, encaminhar para direitos e respostas sociais adequadas a cada caso, proceder à atribuição de produtos de apoio, integrar em respostas institucionais e serviços comunitários, apoiar na reintegração profissional, prestar apoio psicossocial e aconselhamento e garantir a advocacia social. O acompanhamento aos TCE e famílias é personalizado, envolvendo o utente e todos os seus sistemas.

O Grupo de Pares consiste num grupo de interajuda constituído por pessoas com TCE, em circunstâncias idênticas e com problemas comuns, que se encontram semanalmente para partilharem experiências, definirem objetivos futuros e formas de os alcançar e desenvolverem as suas capacidades e competências a partir da realização de atividades conjuntas. A ideia fundamental é a de manter ou proporcionar às pessoas que tenham sofrido TCE uma forma de encontrarem soluções e estratégias para as suas vidas, ultrapassando as suas limitações e ganhando consciência das suas potencialidades que poderão ser o grande motor para a sua reintegração na sociedade. Por fim, a Formação a Cuidadores tem como objetivo dotar as famílias de conhecimentos e ferramentas práticas que possibilitem o encontro de soluções para as suas necessidades, durante o processo e reabilitação da pessoa de quem são cuidadoras e, com isso, melhorar a sua qualidade de vida. Com a sua intervenção, a Novamente pretende fazer a diferença na vida de quem sofre um TCE e mostrar a cada pessoa as suas potencialidades e a forma para melhorar a sua condição. O estar informado e orientado é, sem dúvida, o principal motor para o aumento da qualidade de vida de quem, de um momento para o outro, viu a sua vida transformada. Porque não basta sobreviver, é preciso viver!

Rita Cardoso (Assistente Social)

veja o resto da newsletter aqui

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –