Paulo Matos Sequeira – Sobrevivente TCE

O Paulo escreveu um livro a contar a sua experiência e percurso pós TCE, de seu nome ” Estranho Milagre da Vida”.

Deixamos aqui um breve resumo.

“Tudo começou no dia 2005-12-11 quando regressava de Lisboa, fui albarroado por um automóvel desgovernado que me atirou para fora da estrada, tendo o carro sido objecto de múltiplos e sucessivos capotamentos assistido no local do acidente por uma equipa do INEM apresentava um GCS de 4 valores (o estado de coma varia entre 1 a 15). Perdi os sentidos, fomos desencarcerados, sedado e ventilado. Internado no HSM em Lisboa e diagnosticado um traumatismo crânio encefálico, facial e cervical e mais adiante uma infecção respiratória.

Sem me ter apercebido passei pelo estado NDE (near dead experiance). Tive a percepção de estar acordar no meio de um pesadelo e de tudo ser real. É uma situação assustadora e inimaginável.

Relativamente à recuperação esta revelou-se lenta, com altos e baixos mas sempre de pendor ascendente. Estava num momento alto da minha vida profissional e vejo-me remetido para uma situação rasteira. Com muito esforço soube tornear e suplantar a situação, aquilo que os filósofos gregos designam por ascese purificadora. Tive a ajuda de muitas pessoas, citando à cabeça o meu irmão e a Teresa. Foi particularmente relevante a circunstância dos meus filhos não terem sofrido uma beliscura, mas “apenas” danos morais. Socorri-me dos meus pais, sempre presentes, de um núcleo duro de amigos, sobre os quais não tinha qualquer dúvida e de pessoas que sem saberem contribuiram decisivamente para a recuperação Houve outros que nada fizeram mas não guardo qualquer rancor, significam para mim o que demonstraram significava para eles.

Este relato é um singelo contributos para todos aqueles que passam situações semelhantes, demonstrando que vale a pena lutar, é o nosso bem-estar fisico e mental que está em jogo – o maior dos valores.”

Fonte: “Estranho Milagre da Vida” – por Paulo Sequeira Matos

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –