Tag: Estudos

O custo do trauma na Europa

Consulte aqui o estudo

After rehabilitation: meeting the long-term needs for persons with TBI

Consulte aqui o estudo sobre ir de encontro às necessidades a longo prazo, depois da reabilitação, das vítimas de traumatismo crânio-encefálico

Planning for the Long-term needs of Survivors and their families

Consulte aqui o estudo sobre o planeamento para as necessidades a longo prazo dos sobreviventes de traumatismo crânio-encefálico e seus cuidadores/familiares

 

Os Riscos específicos da discriminação contra pessoas numa situação de grande dependência ou em situação complexa

Consulte aqui o estudo

Injuries in the European Union 2008-2010

Consulte aqui as estatísticas sobre lesões na União Europeia de 2008 a 2010.

 

2014 – Education & Training

Autor: Royal Hospital for Neuro-Disability

Consulte aqui o programa

“Injuries in the European Union – 2009”

Este estudo incide-se sobre as lesões sofridas por crianças, adolescentes, idosos, pedrestes, desportistas, trabalhadores, vítimas de violências doméstica, etc na União Europeia de 2005 a 2007 e pretende dar uma visão geral sobre lesões na Europa.
Os dados foram reunidos através da ” EU Injury Data Base” e de pesquisas provenientes da Eurostat e Organização Mundial de Saúde.

Consulte o estudo aqui

Mini Site – Estudo Novamente

A Novamente está a realizar o estudo “Levantamento dos casos de sucesso de reintegração e diminuição do impacto negativo de um TCE grave na vida do próprio e nos seus cuidadores/família” .

Destinatários: sobreviventes de traumatismos crânio encefálicos e cuidadores/familiares destes.

Este Estudo consiste no levantamento de informações da pessoa que sofreu um TCE, acerca do impacto da lesão ao nível da estrutura pessoal, familiar, social e profissional, de forma a encontrar potenciais soluções que aumentem a taxa de sucesso e melhoria da qualidade de vida, tanto da pessoa que sofreu a lesão como dos seus familiares.

Pode participar aqui

Conta com o apoio:

BARRAPOATFSE

Estudo NOVAMENTE

Levantamento dos casos de sucesso de reintegração e diminuição do impacto negativo de um TCE grave na vida do próprio e nos seus cuidadores/família

Iniciado  em Janeiro de 2013 e atualmente contamos com mais de 100 casos de pessoas que sofreram um Traumatismo Crânio Encefálico. Vindos da implementação e execução da nossa parceria com os seguintes hospitais: Hospital de Santa Maria, Hospital S. João do Porto e Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia.

Procuramos encontrar as melhores formas de alcançar uma melhor qualidade de vida para o sobrevivente de TCE, principalmente no que diz respeito à reinserção sócio-profissional deste.

Baseando-se nas evidências e analisando exemplos concretos de maior e os de menor sucesso.

Espera-se: Obter matéria quantitativa e qualitativa que permitam ter informação suficiente para potenciar a detecção de boas práticas para as várias áreas que trabalham em todo o processo que o sobrevivente de TCE se insere nomeadamente na  recuperação e reinserção sócio-profissional de um sobrevivente de TCE, activando o direitos à vida activa, bloqueada à grande maioria dos casos.

Este estudo conta com o apoio do Fundo Social Europeu – Programa Operacional de Assistência Técnica – Quadro de Referência de Estratégia Nacional.

  BARRAPOATFSE

“Regresso ao trabalho da pessoa que sofreu Traumatismo Crânio Encefálico: várias perspetivas para uma mesma realidade”

“Os traumatismos crânio-encefálicos constituem um dos grandes problemas de saúde pública, principalmente na população adulta jovem. Este facto é preocupante, pois uma das principais consequências após a lesão é a dificuldade em ingressar/reingressar no mercado de trabalho, devido especialmente a problemas cognitivos e comportamentais. Porque o emprego é considerado como uma das áreas de participação mais importantes para as pessoas em idade adulto, é objetivo deste trabalho identificar que dificuldades estão a ser mais impeditivas para o regresso ao trabalho, tanto do ponto de vista da pessoa que sofreu a lesão, como de um familiar próximo, e comprar estas perspetivas com os resultados da avaliação neuropsicológica”

Autoria de Ivo Rocha, dissertação apresentada à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do grau de mestre em Neuropsicologia

Consulte aqui

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –