Tipos

Que tipos de Traumatismos Crânio-Encefálicos existem?
Há traumatismos cranianos cuja disfunção é transitória e à qual se chama concussão e, no caso de ser permanente, contusão. Naturalmente que, dependendo da força do impacto e de outros factores, as consequências serão de gravidade diversa.

Quais as causas e tipos de lesões cerebrais?
Quando uma força exterior é exercida sobre a cabeça, o cérebro ou o crânio (que o protege) poderão ser afectados.

Esta força exterior pode ser uma pancada na cabeça causada por um acidente de automóvel ou uma queda. A resposta inicial a este trauma pode ser variada. A pessoa lesionada poderá sentir-se ligeiramente tonta ou pode ficar inconsciente durante minutos, horas ou mesmo dias. A força /intensidade é importante para determinar a gravidade da lesão no crânio e no cérebro.

A direcção em que essa força se exerce é também importante para determinar a extensão da lesão cerebral. Quando a cabeça é atingida pela parte frontal, por trás ou pelos lados, o cérebro desloca-se rapidamente para a frente e de volta para trás contra o interior do crânio, o que poderá causar lesões localizadas na zona de impacto inicial, na zona oposta ou em ambas as zonas. Este tipo de lesão chama-se o golpe-contragolpe (ver fig. 3).

Uma lesão localizada também pode ser causada por uma fractura do crânio, ou quando um objecto entra na cabeça e danifica o tecido nervoso. Quando a cabeça é atingida num determinado ângulo e faz um movimento de rotação, as células nervosas de várias áreas do cérebro podem ser comprimidas em simultâneo, causando uma lesão alargada. Esta situação é conhecida por lesão difusa. Este tipo de lesão pode acontecer mesmo sem fractura ou penetração do crânio.

O Traumatismo Crânio-Encefálico pode resultar da combinação de uma lesão cerebral difusa e localizada.

© 2011 Associação Novamente. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Brandia Central. | RSS –